ensino_médio

+55  98  2109 5000

dicas de leitura

 

 

O bom alemão

Joseph Kanon

Edart

 

Berlim, 1945. O jornalista Jake Geismar volta à Alemanha, onde morou antes da eclosão da Segunda Guerra. Sua tarefa: escrever uma série de quatro artigos para uma prestigiada revista americana. Seu objetivo: encontrar Lena Brandt, por quem nutre uma paixão que os anos não conseguiram apagar. Ao chegar no rio que margeia o edifício onde será decidido o destino da nação destruída, Jake depara-se com o corpo de um soldado baleado e pensa estar diante de um grande furo de reportagem. Porém, assim que começa a investigar a misteriosa morte, ele se vê numa trama sinistra e sangrenta, que, por envolver o marido de Lena, faz com que ela e Jake estejam horrivelmente implicados. Com uma história ao mesmo tempo tensa e emocionante, Joseph Kanon criou um thriller de mistério que oferece leitura compulsiva.

 

 

Laços inseparáveis

Emily Giffin

Novo conceito

 

Emily Giffin, lança uma história inesquecível de duas mulheres, as famílias que a fazem ser quem são, e a lealdade e o amor que as ligam. Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive a si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce.

 

 

Tá todo mundo mal

Jout Jout

Companhia das letras

 

Do alto de seus 25 anos, Julia Tolezano, mais conhecida como Jout Jout, já passou por todo tipo de crise. De achar que seus peitos eram pequenos demais a não saber que carreira seguir. Em Tá todo mundo mal, ela reuniu as suas melhores angústias em textos tão divertidos e inspirados quanto os vídeos de seu canal no YouTube, Jout Jout, Prazer. Família, aparência, inseguranças, relacionamentos amorosos, trabalho, onde morar e o que fazer com os sushis que sobraram no prato são algumas das questões que ela levanta. Além de nos identificarmos, Jout Jout sabe como nos fazer sentir melhor, pois nada como ouvir sobre crises alheias para aliviar as nossas próprias!